Gestão > Estratégia, Gestão de Projetos

Estratégia: É melhor ter 1% de 100 coisas ou 100% de apenas uma?

De nada vale ter um marketing maravilhoso, se o sistema de vendas e o financeiro da empresa não funcionam bem, por exemplo

10 de Fevereiro de 2016 - 10h20

Não costuma ser novidade para os empreendedores que hoje, na dinâmica do mercado atual, a premissa fundamental para abrir uma nova empresa ou obter o sucesso de um negócio é o planejamento baseado em estratégias. Em um mundo de tantas possibilidades e necessidades, fica difícil saber como definir as melhores estratégias e conseguir executá-las. E é por isso que a teoria do 10x10 é uma ótima opção para ser aplicada dentro das empresas.

Mas o que seria isso? Nada mais do que uma estratégia para administrar as estratégias da empresa. Parece redundante, mas a ideia consiste em estabelecer 10 estratégias principais e trabalhar para que, ao menos 10% de cada uma delas estejam funcionando bem e constantemente. Dessa forma, conseguindo realizar com sucesso 10% de 10 estratégias será atingido o nível de 100% das atividades básicas para um bom funcionamento do negócio.

Essa teoria segue a ideologia de que é melhor e mais seguro ter 1% de 100 coisas do que 100% de apenas uma. Ou seja, se conseguir ao menos efetivar uma parte das 10 estratégias primordiais para o seu negócio, o sucesso será mais certo do que quem executa apenas uma estratégia por completo. Isso porque as empresas têm muitas necessidades, áreas e sistemas que precisam estar funcionando em conjunto. Não adianta trabalhar apenas para uma das partes do seu negócio.

Seja no marketing, sistemas, vendas, distribuição ou financeiro. De nada vale ter um marketing maravilhoso, se o sistema de vendas e o financeiro da empresa não funcionam bem, por exemplo. Em algum momento isso será autodestrutivo. Portanto, estabeleça suas 10 estratégias primordiais de acordo com seu negócio e cuide para que elas sejam cumpridas daquela maneira.

É importante destacar também que é preciso ter cuidado na hora de definir as 10 estratégias. Um erro muito comum nessa hora é achar que a empresa dará certo só porque possui um preço mais baixo que o da concorrência.

A estratégia que consiste em fidelizar clientes por preço é quase um tiro no pé. Afinal, valor agregado é muito mais importante que preço baixo. O cliente que é fiel ao seu preço, não enxerga valores agregados da empresa nem valorizam os seus diferenciais. Mas como você agrega valor estrategicamente?

Agregar valor não custa dinheiro. Mostre às pessoas como e por que comprar da sua empresa. Além disso, construa relacionamentos, crie diferenciais e venda não apenas produtos, mas sim experiências às pessoas. Vença a competição de mercado por valores agregados aos produtos e serviços oferecidos e não por comprar a participação de clientes. Baseado nessas ideias as chances de sucesso e reconhecimento da sua empresa poderão ser bem maiores.

*Alejandro De Gyves é diretor para América Latina da ActionCOACH.