TI na Prática

Ericsson, Vivo, Raízen e EsalqTec se unem para uso de 4G e IoT no agronegócio

Objetivo é desenvolver as tecnologias que colocarão o agronegócio no mundo da internet das coisas, apoiando-se no ecossistema de inovação aberta

23 de Maio de 2018 - 14h49

Ericsson, Vivo, Raízen e EsalqTec anunciaram uma parceria para desenvolvimento da internet das coisas (IoT) no agronegócio, por meio da utilização da faixa de 450MHz para o 4G/LTE na região de Piracicaba, no estado de São Paulo.

A iniciativa une players relevantes para tornar o tema uma realidade nacional. A Ericsson contribuirá com tecnologias móveis e plataformas de software para IoT, enquanto a Vivo levará a sua rede móvel utilizando a frequência de 450Mhz. Do outro lado, a parceria conta com o expertise e infraestrutura agrícola da Raízen e a facilitação e aplicação acadêmica das tecnologias com o apoio da EsalqTec.

O objetivo é desenvolver as tecnologias que colocarão o agronegócio no mundo da internet das coisas, apoiando-se no ecossistema de inovação aberta, com startups cujo DNA sejam o agronegócio.

Sendo uma das maiores produtoras de etanol, açúcar e energia do Brasil, a Raízen será a responsável pelas atividades de desenvolvimento de tecnologias e produtos realizadas pelas startups participantes no projeto, fornecendo sua infraestrutura local, como o uso das torres de transmissão de sinais para o desenvolvimento de soluções aplicadas.

A EsalqTec Incubadora Tecnológica, por sua vez, complementará o papel dos demais membros do acordo através da colaboração das suas empresas residentes e associadas, pois já exerce um papel de facilitadora na integração com os demais elementos do ecossistema agrícola brasileiro, assegurando melhor conexão entre a pesquisa e as demandas reais do setor.

Startups

Vivo e Raízen trabalharão em parceria, selecionando novas startups para oferecer mentorias, workshops, treinamentos aplicados ao agronegócio e a possibilidade de investimento nas startups por meio da estrutura da Telefonica Open Future, com a Wayra, aceleradora de startups da Vivo, e do Pulse, hub de inovação da Raízen.