Tecnologias Emergentes > Analytics

Enel abre centro de inovação em parque tecnológico na Rússia

Centro tem como objetivo identificar e desenvolver parcerias com startups em diferentes áreas, como redes inteligentes, energias renováveis, Internet de Coisas e big data/analytics

17 de Outubro de 2017 - 19h04

A Enel anunciou nesta terça-feira, 17, o início das operações do seu centro de inovação na Rússia. O anúncio foi feito pelo CEO e diretor geral do Grupo Enel, Francesco Starace, durante o Fórum de Inovação Aberta em Skolkovo, perto de Moscou. O conglomerado mantém operações nos estados do Rio de Janeiro, Ceará, Goiás e Rio Grande do Sul, nos segmentos de distribuição, geração, transmissão e soluções de energia. 

O centro de inovação russo foi construído dentro do ecossistema de tecnologia de Skolkovo e tem como objetivo identificar e desenvolver parcerias com startups, pequenas e médias empresas (PMEs) e outras empresas em uma ampla gama de projetos em diferentes áreas, como soluções de eficiência energética, redes inteligentes, energias renováveis, Internet de Coisas (IoT) e big data/analytics.

No ano passado, a Enel investiu cerca de 60 milhões de euros em 300 projetos de inovação, atingindo 114 acordos com outras empresas líderes e estabelecendo 80 parcerias com startups. No início de agosto passado, a empresa lançou uma chamada pública para startups brasileiras, em um projeto no qual planeja investir até R$ 1,5 milhão, por meio de recursos de pesquisa e desenvolvimento (P&D), em cada startup selecionada.

“A inovação é um grande desafio para todas as empresas bem estabelecidas em indústrias que historicamente viveram um período com foco em tecnologias de legado. A abertura de um centro de inovação na Rússia, portanto, apresenta uma ótima oportunidade para a Enel, que trabalha duro para manter sua posição na liderança da evolução tecnológica em um país com um ecossistema forte e produtivo ", disse  Starace.

Ele ressaltou que o Skolkovo Technopark é um exemplo do "esforço bem-sucedidos feitos das autoridades russas na promoção de um terreno fértil onde universidades, laboratórios, start-ups e corporações são encorajadas a trabalhar em conjunto para criar soluções que irão afetar nossa maneira de gerar, distribuir e usar energia".

Starace também participou da reunião anual do Conselho Consultivo de Investimento Estrangeiro (FIAC) presidida pelo primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, onde os CEOs das maiores empresas de investimentos estrangeiros e os principais representantes russos de negócios discutiram as medidas para melhorar ainda mais o ambiente de investimento do país. A Enel assinou um acordo com Kirill Dmitriev, CEO do Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) com o objetivo de desenvolver projetos de mobilidade elétrica na Rússia.

A abertura do centro na Rússia faz parte da estratégia do grupo para entrar nos ecossistemas de inovação mais ativos do mundo. O Centro de Inovação Skolkovo da Enel destina-se a rastrear e pesquisar as tecnologias mais interessantes da Rússia, principalmente relacionadas à energia e a TI, duas áreas-chave que startups russas são particularmente talentosas.

 A Enel instala centros de inovação para encorajar e promover a cooperação com startups e obter acesso às tecnologias, soluções e modelos de negócios mais inovadores. A Enel atua como parceiro industrial, compartilhando seus conhecimentos e know-how e abrindo suas instalações e base de clientes para start-ups que podem fornecer soluções, melhorar a eficiência operacional, contribuindo para o crescimento industrial do grupo. 

A companhia lidera atualmente mais de 80 projetos ao redor do mundo com startups internacionais focadas em energias renováveis, manutenção preventiva, automação residencial, serviços industriais IoT, telecomunicações, serviços de valor agregado de tecnologia para clientes comerciais e de varejo e muitas outras soluções para o setor de energia e suas necessidades rápidas de mudança.