Tecnologias Emergentes > Startups

Empresa do Vale do Silício vai investir US$ 600 mil para alavancar startups no Brasil

PuenteLabs tem como objetivo auxiliar startups brasileiras focadas em tecnologia e que buscam uma “ponte” para o sonhado Vale do Silício, na Califórnia

08 de Novembro de 2017 - 12h16

Fundada em 2014, a PuenteLabs, iniciativa que como objetivo auxiliar startups latino-americanas a desenvolverem suas operações no mercado norte-americano, vai destinar US$ 600 mil para desenvolver projetos que ajudem startups brasileiras focadas em tecnologia e que buscam uma “ponte” para o sonhado Vale do Silício, na Califórnia.

Baseada em São Francisco, a PuenteLabs conta com uma rede de apoiadores e colaboradores de peso, que incluem empresas como Zendesk, Samsung, Emergence Capital e Stanford University.

Agora, com o foco voltado para o Brasil, a PuenteLabs conta com a ajuda do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Com o auxílio da organização, os novos empreendedores terão garantia de espaço para trabalhar, serviços de relações públicas, eventos do setor e mentoria, feita por especialistas em tecnologia e inovação.

Fernando Franco, diretor executivo da PuenteLabs, vê o Brasil como um grande mercado de empreendedores que, apesar das incertezas econômicas no país, continuam insistindo na solução de problemas. “Além de ser a maior economia da América Latina, o Brasil tem também uma incrível variedade de empreendedores talentosos, que estão resolvendo problemas com tecnologia e inovação. Essas pessoas podem usufruir do Vale do Silício para desenvolver suas empresas e alcançar mercados globais, e queremos ajudá-los nisso”, diz.

O executivo esteve no Brasil na primeira semana deste mês em evento em Minas Gerais.