Infraestrutura > Storage

Embraco ganha agilidade e disponibilidade com nova solução de armazenamento

O tempo de resposta das aplicações e acesso ao storage foi melhorado em 80% após adoção do HPE 3PAR StoreServ 8400

13 de Janeiro de 2017 - 12h46

A Embraco, uma das maiores fabricantes mundiais de compressores herméticos, equipamentos de refrigeração doméstica — geladeiras e freezers — e refrigeração comercial, identificou recentemente que sua solução de armazenamento estava tecnologicamente defasada, causando gastos e afetando diretamente o usuário final.

A equipe de arquitetura da empresa, com auxílio da revenda Sercompe, detectou o descompasso e para solucionar o problema decidiu atualizar o sistema para o HPE 3PAR StoreServ 8400.

Segundo a HPE, as soluções da linha 8000 fornecem até 5,5 PB de capacidade em flash utilizável dentro de uma única camada sem comprometer os serviços de dados ou a capacidade de expansão e trazem o dobro do desempenho de cargas de trabalho, em comparação com as gerações anteriores, além de serem completamente SSD.

De acordo com Gustavo Castanheira, gerente de arquitetura de TI da Embraco, o principal foco da modernização do storage para o HPE 3PAR StoreServ 8400 era obter ganho real de desempenho, melhoria no tempo de resposta das aplicações e a unificação de soluções, adotando storage com tecnologia de ponta.

“Tínhamos duas soluções de armazenamento ultrapassadas que impactavam no orçamento e na agilidade do serviço com os usuários”, explica Castanheira. “Com ajuda da nossa parceira Sercompe, consultamos o Gartner e identificamos que o HPE 3PAR estava entre os líderes neste tipo de solução”, completa.

Ainda de acordo com o gerente de TI, após a adoção do HPE 3PAR StoreServ 8400, a empresa passou a ter maior disponibilidade e o tempo de resposta das aplicações e acesso ao storage foi melhorado em 80%. Transações que antes da migração rodavam em oito minutos, agora rodam em 60 segundos. Setores como logística e financeiro foram diretamente beneficiados com melhora no desempenho. Além disso, a gestão por meio da ferramenta de gerenciamento de solução reduziu a necessidade e complexidade na orquestração de todos os volumes.

Segundo Castanheira, a implementação de um projeto completamente em SSD possibilita ainda que a empresa planeje outras melhorias, como nova organização dos bancos de dados para acesso mais rápido ampliando as possibilidades e qualidade na forma de armazenamento da informação. Com base nas melhorias, o executivo conta que um grande projeto está sendo planejado para 2017, vislumbrando dados em tempo real e suporte a analytics e big data.

Com sede em Joinville, o suporte da Sercompe, parceiro local, foi determinante para que todo o processo de implementação da solução ocorresse em seis meses, sem transtornos. “O suporte do parceiro local atuando desde o início até a pós-migração nos trouxe a maior tranquilidade e transparência possível”, destaca Castanheira.

O projeto teve início no final de 2015 e foi concluído em maio de 2016.