Aplicações > CRM

Ecossistema Salesforce deve gerar US$ 27 bi em negócios e 195 mil empregos no Brasil até 2022

Estudo da IDC prevê que o ecossistema de parceiros e clientes da empresa gere 3,3 milhões de empregos e receita de novos negócios de US$ 859 bilhões em cinco anos, globalmente

25 de Outubro de 2017 - 16h41

A Salesforce e seu ecossistema de parceiros e clientes vão gerar 3,3 milhões de novos empregos e mais de US$ 859 bilhões em novos negócios em todo o mundo até 2022, de acordo com dados de uma pesquisa encomendada à IDC pela própria fornecedora de soluções de gestão de relacionamento com o cliente (CRM) em nuvem.

A previsão para o Brasil, no mesmo período, é de geração de cerca de US$ 27 bilhões em receitas e 195 mil empregos diretos, como resultado da atuação do ecossistema da Salesforce no país. Além disso, o ecossistema de parceiros da Salesforce vai ganhar US$ 5,18 para cada dólar produzido pela empresa em todo o mundo.

Segundo o levantamento, o maior impacto econômico global deve ser observado no setor financeiro, com a criação de 584.995 novos empregos e uma estimativa de US$ 164 bilhões em novas receitas comerciais até 2022. No último ano, o IDC previa a criação de 1,9 milhão de empregos e US$ 389 bilhões em novas receitas relacionadas à “Economia Salesforce” até 2020.

A nova pesquisa do IDC demonstra os benefícios da computação em nuvem, que possibilita maior inovação no setor de TI e que, por sua vez, possibilita maior inovação comercial, com programações de desenvolvimento mais aceleradas, projetos concluídos mais rapidamente, lançamento mais rápido de novos produtos e custos operacionais reduzidos. A computação em nuvem cresce muito mais rápido que a TI em geral neste momento. A previsão de crescimento anual é de 17%, ancorada pelos investimentos em produtos e serviços que dão suporte a projetos de transformação digital com o potencial de atingir US$ 2 trilhões em receitas até 2020.

"Os recentes resultados do IDC coroam o grande momento vivido pela comunidade inovadora de clientes, parceiros e desenvolvedores da ‘Economia Salesforce’ atualmente e o crescimento da computação em nuvem em todo o mundo", diz Tyler Prince, vice-presidente executivo de Alianças e Inovação e Lançamentos da Salesforce.

As empresas que investem em assinaturas de computação em nuvem também investem em outros produtos e serviços relacionados, desde assinaturas de nuvem adicionais e serviços profissionais a suporte a software, hardware e serviços gerenciados, revela a Salesforce. O desdobramento disso é que o ecossistema da fornecedora de software neste ano é quase quatro vezes maior do que a Salesforce individualmente. Em 2022, ele será mais de cinco vezes maior.

A IDC estima que, em 2017, o ecossistema da Salesforce gere US$ 3,67 para cada dólar produzido pela empresa. Em 2022, esse valor deve alcançar US$ 5,18. Até 2022, a Salesforce deve criar quase cinco milhões de empregos indiretos, resultantes da maior circulação de capital gerada pela criação de 3,3 milhões de empregos diretos.

"A era do cliente levou as empresas a buscarem novos níveis de relacionamento. Hoje, elas lidam com um público bem-informado, conectado e exigente", diz Mauricio Prado, presidente da Salesforce Brasil. "Estou muito animado com os efeitos disso sobre a criação de oportunidades para profissionais desenvolverem novas carreiras e negócios e acelerarem o crescimento, mesmo em face a desafios macroeconômicos", conclui.

Impacto da inovação e de investimentos em diferentes setores

No relatório, a IDC analisou como a ‘Economia Salesforce’ deve influenciar o crescimento de receita e a geração de empregos em seis setores até 2022:

. O setor financeiro deve alcançar US$ 163,7 bilhões em novas receitas e gerar 584.995 empregos;

  • . O setor manufatureiro deve alcançar US$ 159 bilhões em novas receitas e gerar 638.296 empregos;
  • . O setor de varejo deve alcançar US$ 92,6 bilhões em novas receitas e gerar 401.355 empregos;
  • . Os setores de mídia e comunicações devem alcançar US$ 89,8 bilhões em novas receitas e gerar 360.451 empregos;  
  • . O setor médico e de saúde deve alcançar US$ 68,2 bilhões em novas receitas e gerar 244.096 empregos;
  • . O setor público deve alcançar US$ 50,9 bilhões em novas receitas e gerar 221.640 empregos.
  • Ecossistema Salesforce 
  • O ecossistema da empresa é o grande responsável pelo crescimento da ‘Economia Salesforce’. Ele inclui milhares de parceiros, inclusive fornecedores de software independente e consultores, quatro milhões de desenvolvedores, uma comunidade de 2,5 milhões de "Trailblazers" (pessoas e empresas que usam a Salesforce para criar inovação, transformar suas organizações e crescer na carreira) e mais de 400 grupos de usuários locais, setoriais e de interesses especiais, além de 200 MVPs da Salesforce, experts em produtos e evangelistas de marcas.