Aplicações > Métricas

CPqD cria metodologia para avaliação de segurança em medidores inteligentes

Esse é um dos resultados do projeto de segurança cibernética desenvolvido em parceria com a Elektro

26 de Janeiro de 2017 - 12h19

O CPqD vai aproveitar dois eventos importantes — um deles internacional — que irá partipar em março para abordar a segurança da informação em redes inteligentes (smart grids). As apresentações terão como base os resultados do projeto “Avaliação de Segurança em Medidores Eletrônicos e Smart Meters”, que foi desenvolvido pelo CPqD em parceria com a distribuidora de energia Elektro, com recursos da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

No evento European Smart Grid Cyber Security, que será realizado no dias 21 e 22 de março, em Londres, José Reynaldo Formigoni, gerente de tecnologia em segurança da informação e comunicações do CPqD, fará uma palestra sobre a experiência obtida a partir desse projeto, que, entre outros resultados, gerou uma metodologia de avaliação do nível de segurança de medidores inteligentes. “Essa metodologia permite analisar vulnerabilidades de software e hardware em medidores de vários fornecedores diferentes”, conta Formigoni.

Na palestra “Smart meter vulnerabilities in smart grid projects: Brazilian experience”, ele dará uma visão geral da implantação de medidores inteligentes em projetos de smart grid em andamento no Brasil. Falará também sobre o problema de fraude nos medidores eletrônicos e apresentará a metodologia desenvolvida com a Elektro e, ainda, resultados de sua aplicação nos laboratórios do CPqD.

O outro evento que contará com a participação do CPqD é o Cyber Security Brasil Energy & Utilities - 3ª Conferência de Segurança Cibernética para o Setor de Energia e Utilities no Brasil, que acontecerá nos dias 27 e 28 de março, em São Paulo. Formigoni será responsável por conduzir os debates da sessão Smart Grid Cyber Security: Vulnerabilidades em Smart Meters e nas Redes Inteligentes, marcada para o segundo dia do evento, 28, às 14 horas.

O projeto de P&D com a Elektro teve outros resultados relevantes. Um deles foi a construção de dois laboratórios — um na Elektro e outro no CPqD — para a realização de testes de avaliação de segurança em medidores inteligentes. Além disso, o projeto já deu origem a um livro publicado recentemente pela Elektro - com o título Avaliação de Segurança em Medidores Eletrônicos - e ao registro de um pedido de patente no INPI.