Tecnologia > Internet das Coisas, Wi-Fi

Conheça o HaLow, padrão Wi-Fi próprio para Internet das Coisas

A Wi-Fi Alliance revelou detalhes da nova especificação que deve começar a operar oficialmente em alguns anos.

06 de Janeiro de 2016 - 14h31

Uma nova versão do Wi-Fi de baixo consumo de energia e longo alcance que será focada em conexões de Internet das Coisas será chamada de Wi-Fi HaLow, anunciou nesta segunda-feira, 4/1, a Wi-Fi Alliance.

O novo Wi-Fi HaLow é baseado na especificação (ainda pendente) IEEE 802.11ah. A versão será usada nos próximos anos em diversos tipos de aparelhos, desde casas inteligentes e wearables até cidades inteligentes e carros conectados, em que milhares de sensores operados por baterias possam ser conectados a um único ponto de acesso Wi-Fi.

A Wi-Fi Alliance, que inclui cerca de 700 empresas, espera lançar um processo de certificação para os produtos Wi-Fi HaLow em 2018. Mas os produtos com suporte para a especificação devem chegar antes disso ao mercado. A finalização da especificação 802.11ah está agora na chamada fase técnica.

O Wi-Fi HaLow vai operar nos espectros wireless não-licenciados abaixo de 1GHz, permitindo que seja mais fácil passar por paredes e outras barreiras por conta das capacidades de propagação das frequências de rádio de baixa frequência. O alcance será quase o dobro do Wi-Fi disponível atualmente, com algumas estimativas chegando a até 1 quilômetro.

A troca para um alcance tão grande com um consumo baixo pode ser o fato de que a saída do 802.11ah será bem menor do que o máximo de 7Gbps do Wi-Fi 802.11ac quando o 802.11ac quando está com o número máximo de antenas em uma área.

No início, os equipamentos Wi-Fi HaLow serão certificados para até 18Mbps como a maior taxa de dados, anunciou a Wi-Fi Alliance. As taxas mais baixas serão de apenas 150kbps, alcançadas usando um canal de 1MHz.

De qualquer maneira, a saída mais lenta do Wi-Fi HaLow vai fazer pouca diferença para muitas das aplicações futuristas da IoT que são previstas agora, uma vez que os sensores são operados por bateria e normalmente transmitem ocasionais pequenas “explosões” de dados.

Um benefício adicional do Wi-Fi HaLow para os desenvolvedores e usuários industriais é que a nova especificação vai compartilhar muitos dos mesmos aspectos do protocolo Wi-Fi existente, incluindo interoperabilidade entre diversos fabricantes, forte segurança de nível governamental e facilidade de configuração. Além disso, vai suportar características do Internet Protocol (IP) nativamente.

“O HaLow será muito familiar para os desenvolvedores Wi-Fi”, afirma o VP de marketing da Wi-Fi Alliance, Kevin Robinson.