Carreira > Empregos

Dez profissões de TI mais quentes em 2016

Computerworld EUA foi a campo para identificar quais habilidades e profissões estarão em alta nos próximos doze meses

17 de Março de 2016 - 08h35

2016 será um ano desafiador no quesito contratação de talentos de tecnologia da informação. A previsão é de um crescimento tímido nas oportunidades de trabalho na área. Porém, ainda existem boas possibilidades no horizonte. 

O cenário indica que as companhias recrutarão recursos humanos que consigam mesclar habilidades técnicas e estratégicas. A ideia é que isso as ajude em suas jornadas rumo ao digital, na mesma medida que justifique o aumento de salários vivenciado na indústria no passado recente.

A Computerworld EUA foi a campo na tentativa de identificar quais habilidades e profissões estarão em alta nos próximos doze meses. A lista a seguir, gerada com dados do mercado norte-americano, indica que é bom direcionar seu foco em conhecimentos de arquitetura, programação e cloud.

1. Arquitetura de TI

De acordo com a pesquisa da publicação norte-americana, 42% dos respondentes pretende contratar profissionais para essas posições dentro de 12 meses. O cargo não apareceu na lista de 2014. Estrear no topo do ranking é uma surpresa. Porém, não se trata de um fato totalmente espantoso uma vez que trata-se de uma habilidade bastante ampla e requisitada, que vai desde especialistas em ambientes cloud até software.

2. Programadores/desenvolvedores de aplicação

Cerca de 40% dos participantes do estudo pretende contratar esses profissionais ao longo do próximo ano. Em 2015, o cargo figurou na primeira posição do ranking de “empregos quentes”. A demanda por programadores e desenvolvedoras segue emergente, uma vez que esse conhecimento atinge novas áreas, como mobile e sistemas orientados à Internet das Coisas.

3. Gestores de projeto

39% dos respondentes da pesquisa fortalecerão seus times com profissionais que dominem a arte de gerir projetos em 2016. O posto estava na vice-liderança da lista de prioridades no ranking do ano passado. A busca por gestores de projeto se dará, em grande parte, devido ao fato de que se torna cada vez mais importante executar iniciativas com maestria, dentro dos prazos e orçamentos.

4. Big data

Profissionais com conhecimento em iniciativas envolvendo grandes volumes de dados ganham importância nos departamentos de TI. Em apenas um ano, especialistas em big data passaram da décima para a quarta posição na lista de “empregos quentes”, com 36% dos respondentes buscando profissionais para essa tarefa.

5. Business intelligence/analytics

Um terço (34%) dos respondentes da pesquisa da Computerworld EUA planejam contratar especialistas em BI e ferramentas analíticas. A preferência, aponta o levantamento, é por profissionais que consigam traduzir tendências e padrões em inteligência.

6. Help desk/suporte técnico

As empresas ainda buscam profissionais para desempenhar funções de suporte técnico. A pesquisa revela que 30% dos respondentes pretendem contratar profissionais para essa tarefa. No ano anterior, essa função ocupava a terceira posição na lista.

7. Administrador de banco de dados

Aproximadamente 25% dos participantes do estudo pretendem contratar administradores de banco de dados nos próximos doze meses. A procura avançou uma posição na comparação frente ao ano anterior. A demanda, aponta o levantamento, se deve ao incremento no interesse por projetos envolvendo big data, BI e analytics. A procura visa especialistas em tecnologias como SQL, Oracle, DB2 e Hadoop.

8. Segurança/compliance/governança

Um quarto dos respondentes da pesquisa realizada nos Estados Unidos pretende contratar profissionais para posições relativas à segurança, compliance e governança em um ano. Esses especialistas eram mais requisitados há um ano, quando o cargo ocupava a quarta posição na lista.

9. Cloud/SaaS

A evolução da computação em nuvem amplia o interesse por pessoas com conhecimento em cloud e software como serviço. Esses profissionais ingressaram no top 10 nessa edição do estudo (em 2015, ocupavam a 12ª posição).

10. Desenvolvedores web

Cerca de 24% dos respondentes planeja contratar desenvolvedores web no próximo ano. A busca caiu em um ano – pois o cargo figurava na 5ª posição na lista de 2015. A questão é que a demanda por esses especialistas se manterá no ranking dos dez empregos mais quentes de TI ainda por algum tempo, especialmente se considerarmos o avanço de iniciativas de digitalização das organizações.