Internet > Analytics, Mídias Sociais

Conheça a cerveja criada com ajuda da ciência de dados

Havas Helia usou Watson para cruzar dados de redes sociais e analisar 2,8 mil receitas com base em ingredientes, sabores e reviews

10 de Fevereiro de 2016 - 17h26

Caso você seja um daqueles que ainda duvidam do valor da análise de dados, nós temos um argumento para convencê-lo do contrário: cerveja! Isso mesmo. A agência de marketing digital Havas Helia usou big data para criar a 0101.

No ano passado, a companhia estabeleceu como meta criar uma bebida para encorpar com otimismo o começo de um novo ano. Para isso, buscou palavras-chave utilizadas em redes sociais para definir a chegada de 2016.

Os registros foram cruzados com 24 emoções pré-definidas. Com base nisso, foram feitas 38 correlações, que ajudaram na definição da bebida.

Então, a A Havas Helia usou a tecnologia Watson Alchemy para analisar 2,8 mil receitas com base em ingredientes, sabores e reviews.

O sistema da IBM contribuiu para enquadrar o sabor em parâmetros emocionais definidos. E, como base nisso, foi possível chegar a uma lista de dez cervejas que casavam com as emoções identificadas.

O passo seguinte foi encontrar padrões em ingredientes de cada uma dessas receitas e estabelecer quais seriam colocados na 0101.

Caso tenha ficado curioso, os insumos utilizados contemplam mel e duas variedades de lúpulo (Nelson Sauvin e Hallertauer).

“Enquanto o mel representa celebração e amor, o lúpulo Nelson Sauvin indica otimismo, imaginação e resoluções, e o Hallertauer expressa animação e emoção”, explicam os criadores da bebida.

A cerveja foi desenhada em parceria com a cervejaria britânica High Peak Brewing e será lançada em edição limitada com a comercialização de apenas 500 garrafas.