Segurança > Certificação

CompTIA cria nova certificação para enfrentar o desafio global de segurança cibernética

CompTIA Cybersecurity Analyst é voltada para detecção de ameaças, análise de dados e interpretação de resultados para identificar vulnerabilidades, ameaças e riscos

10 de Abril de 2017 - 14h23

A CompTIA, associação que fornece certificações para os profissionais de tecnologia da informação em todo o mundo, acaba de lançar uma certificação inovadora e neutra, a CompTIA Cybersecurity Analyst (CSA+), a primeira a trazer a análise comportamental para a avaliação de ameaças cibernéticas.

Segundo a entidade, a certificação CompTIA CSA+ oferece ampla validação de conhecimento e habilidades necessárias para configurar e usar ferramentas de detecção de ameaças cibernéticas, realizar análise de dados e interpretar os resultados para identificar vulnerabilidades, ameaças e riscos para uma organização. Ela certifica o conhecimento com uma abordagem baseada em dados para a segurança da informação.

A CompTIA CSA+ recebeu o Certificate of Accredtitation do American National Standards Institute (ANSI), sinalizando que ela atende aos requisitos gerais da ISO/IEC 17024:2012 para certificações de pessoal.

Necessidade socioeconômica

"A Internet das Coisas não está apenas trazendo novas opções para residências e empresas, mas também abrindo bilhões de novas vulnerabilidades que precisam ser protegidas", disse o presidente e CEO da CompTIA, Todd Thibodeaux. "É uma necessidade socioeconômica treinar e certificar centenas de profissionais de TI com as habilidades analíticas necessárias para enfrentar a complexidade e a diversidade de ameaças, à medida que se elas se multiplicam", completa.

O relatório “Tendências Internacionais em Segurança Cibernética”, da Comp­TIA, mostra que nove em cada dez empresas brasileiras experimentaram ao menos um incidente de segurança em 2015, sendo que três quartos dessas empresas classificaram as violações como graves. Ao mesmo tempo, 90% esperam tornar a cibersegurança uma prioridade nos próximos anos. Noventa e três por cento dos executivos que participaram do estudo indicam que as certificações para profissionais de TI são valiosas ou muito valiosas como uma forma de validar conhecimentos e habilidades relacionadas à segurança cibernética.

De acordo com Thibodeaux, a nova certificação CSA+ fortalece o portfólio de credenciais de segurança da CompTIA e preenche as lacunas entre a CompTIA Security+ e a CompTIA Advanced Security Practitioner (CASP) para a criação de um caminho neutro na carreira de segurança cibernética.

A CompTIA Security+ é a referência de melhores práticas em segurança de TI, cobrindo princípios essenciais para segurança de rede e gerenciamento de riscos. CompTIA Cybersecurity Analyst+ foca nas habilidades associadas ao uso de ferramentas de detecção de ameaças, análise de dados e interpretação de resultados para identificar vulnerabilidades, ameaças e riscos. CompTIA Advanced Security Practitioner certifica o pensamento crítico e julgamento por meio de um amplo espectro de disciplinas de segurança.

As certificações da CompTIA validam a proficiência em computação em nuvem, mobilidade, Linux, rede, segurança, armazenamento e outras tecnologias de missão crítica.