Internet > Estratégia

ComparaOnline recebe nova rodada de investimento de US$ 14 milhões

Investimento, segundo a empresa, contribuirá para acelerar planos de crescimento no mercado brasileiro em seguros e créditos

28 de Setembro de 2017 - 15h06

A ComparaOnline, marketplace de venda online de seguros e créditos, com cerca de 1 milhão de usuários ativos por mês no Brasil, acaba de receber uma nova rodada de investimento de US$ 14 milhões, liderada pela IFC – International Finance Corporation, fundo de investimentos do grupo Banco Mundial, e pelo fundo de private equity Bamboo Capital Partners.

Em comunicado, a empresa disse que o aporte irá acelerar a sua estratégia de expansão no mercado brasileiro, que se tornou prioritário por conta do expressivo crescimento pela busca de seguros e créditos na internet e da consolidação da tendência de venda de serviços financeiros online.

Fundada em 2009 pelo empresário chileno Sebastian Valin, a ComparaOnline tem sede no Chile e presença no Brasil e na Colômbia. A empresa auxilia os clientes na identificação da oferta mais adequada de seguros e de créditos através de uma plataforma digital que possibilita avaliar diversos produtos financeiros antes de tomar uma decisão de compra.

“Vamos popularizar o acesso a seguros e cartões de crédito no Brasil. Nosso objetivo com este investimento é impulsionar a operação no país e proporcionar uma melhor experiência aos nossos usuários brasileiros na cotação online de diferentes serviços financeiros de forma confortável, inteligente e econômica”, explica Valin, CEO global da ComparaOnline.

A empresa planeja também expandir a atuação para outros segmentos, como outros tipos de créditos. “Para isso, iremos evoluir cada vez mais nosso marketplace para aprimorar as experiências dos clientes e aumentar a oferta de serviços através da nossa rede de parceiros”, acrescenta Paulo Marchetti, CEO Brasil da ComparaOnline.

A ComparaOnline já havia levantado nas rodadas anteriores um total de US$ 19 milhões de grandes investidores, como Kaszek Ventures, Ribbit Capital e Rise Capital, que também participaram dessa nova rodada. Nesta nova etapa, a meta da empresa é alcançar um crescimento de 60% no seu faturamento. O tráfego do site no Brasil cresceu 100% nos últimos 12 meses e a projeção é manter o mesmo ritmo de aumento de visitantes até o final de 2018.