Você está vendo o preview de um conteúdo premium Torne-se um Insider para ler o artigo inteiro.
Big Data > Analytics

Como o Analytics pode reduzir o custo do Plano de Saúde da sua empresa?

Como funciona o conceito conhecido como Health Analytics e o que ele pode fazer pelas empresas e seus funcionários

28 de Abril de 2017 - 14h17

Como funciona o conceito conhecido como Health Analytics e o que ele pode fazer pelas empresas e seus funcionários

“O reajuste proposto neste ano é novamente acima do planejado? Isto vai estourar nossos orçamentos”. Frase como esta ocorre pelo menos uma vez ao ano em várias empresas. Isto principalmente porque os custos dos serviços de saúde têm crescido bem acima do crescimento econômico.

Segundo o Banco Mundial, o custo dos serviços de saúde per capita, que era de menos de US$ 500 em 2010, mais do que dobrou até 2014 quando atingiu US$ 1.060,00. No Brasil ainda temos que adicionar a inflação, impostos locais e má gestão.

Oferecer aos funcionários pacotes com serviços de saúde trazem como benefícios principais a atratividade de talentos e o aumento da produtividade e longevidade dos seus colaboradores e família. Se isto é elemento estratégico de Recursos Humanos, como lidar com o desafio dos custos? É aí que entra o Analytics.

Nos tempos atuais já é sabido que o Analytics é uma ferramenta utilizada para explorar as informações disponíveis e descobrir padrões, pontos cegos, realizar previsões, etc. Ele é responsável pela redução dos custos, aumento da produtividade e receita. Estes benefícios se aplicam diretamente ao cenário acima.

Com a ajuda do Business Intelligence (BI), é possível criar uma gestão que saiba controlar devidamente os custos relacionados ao convênio médico dentro de uma empresa, sem prejudicar nenhum colaborador. Essa é a saída para ajudar também na saúde financeira da sua empresa. Mas como funciona o conceito conhecido como Health Analytics?