Segurança > Cloud Pública

Claranet adquire CredibiliT e entra no negócio de cloud no Brasil

Aquisição reforça a estratégia da multinacional europeia de se tornar um fornecedor global reconhecido no mercado de gerenciamento de nuvem híbrida

15 de Dezembro de 2016 - 06h51

A multinacional Claranet, especializada em gerenciamento de serviços, anunciou na noite desta quarta-feira, 14, a aquisição da fornecedora de serviços em nuvem brasileira CredibiliT Tecnologia. A empresa, que não revela os termos financeiros do acordo, diz que a transação vai reforçar seu posicionamento como um dos “fornecedores mais dinâmicos e ambiciosos no mercado global de nuvem pública, privada e híbrida”.

Com sede em São Paulo, a CredibiliT tem um volume de negócios anual de cerca de R$ 30 milhões (aproximadamente € 8 milhões), 40 funcionários e atende mais de 100 clientes, de vários setores de atividade, como Pepsico, Webmotors, Smiles, Editora Abril e TV Globo. Fundada em 2009, ela é uma das duas empresas no Brasil com status de Premier Consulting Partner da Amazon Web Services (AWS), a divisão de serviços em nuvem da Amazon. Mais recentemente, criou também uma prática de serviços Azure, da Microsoft, e atingiu o nível de competência Silver Cloud Platform.

O grupo Claranet tem faturamento anual de mais de € 250 milhões, cerca de 1.250 empregados e fornece serviços a mais de 5,8 mil clientes no Reino Unido, França, Alemanha, Espanha, Portugal, Holanda e agora Brasil. Com uma estratégia de expansão ambiciosa, a empresa cresceu na Europa, tanto de forma orgânica como por meio de aquisições.

A operação é a primeira da Claranet fora da Europa e a compra de uma empresa no Brasil se deve ao elevado potencial de crescimento no fornecimento de serviços de nuvem pública, segundo Antônio Miguel Ferreira, diretor geral regional para América Latina e Portugal da Claranet. “Temos a ambição de crescer bem acima do mercado de cloud pública no Brasil, que é de cerca de 20% ao ano, nos próximos anos, segundo a previsão dos analistas.”

O executivo ressalta o fato de o Brasil ser a maior economia da América Latina e ter um mercado de TI de grande dimensão, “um dos maiores do mundo”. Ele destaca também a escolha do país pelos dois grandes fornecedores de cloud pública mundiais, a Amazon Web Services e a Microsoft Azure, para instalerem seus data centers que servem a América Latina. “Por outro lado, a CredibiliT é a principal parceira da AWS na América Latina, enquanto a Claranet também é uma das principais parceiras da AWS na Europa, além de fornecer outro tipo de serviços de hospedagem gerenciada, por isso, esta junção fazia todo o sentido estratégico”, diz Ferreira.

Tão importante quanto o posicionamento estratégico, foi também a identificação cultural entre as duas empresas, destaca Ferreira. “Desde cedo sentimos que integrar a Claranet seria uma forma de continuarmos desenvolvendo o negócio, com o mesmo espírito, a mesma filosofia de qualidade na prestação de serviços, mas com uma ambição bem maior.”

O primeiro contato nesse processo surgiu em abril de 2016. A Claranet contatou algumas empresas na época, com quem conversou. Foi um processo que demorou alguns meses. “A CredibiliT nos chamou mais atenção não só pelo seu nível de parceria com a AWS e a Microsoft, mas também por essa empatia cultural. A partir daí focamos as negociações e iniciamos os processos de ‘letter of intent’, ‘due dilligence’ e formalização da compra. Foi um processo muito rápido se comparado com o padrão de mercado, feito em poucos meses. Isso se deu pelo interesse mútuo em realizar o negócio”, conclui Ferreira.

Daniel Galante (CEO) e André Guerra (CFO), ambos fundadores da CredibiliT, continuarão na empresa como executivos seniores da Claranet no Brasil. A Claranet planeja reforçar a sua operação no Brasil oferecendo benefícios de escala e um maior portfólio de serviços. A ideia é também usar a estrutura da CredibiliT como alicerce para um crescimento futuro, quer orgânico, quer por aquisições, da Claranet.