Carreira > Empregos

Canadá busca profissionais brasileiros de TIC que queiram trabalhar em Québec

Ofertas são para graduados em ciências da computação, engenharia da computação, construção de computadores, engenharia eletroeletrônica e técnico em informática

12 de Março de 2017 - 19h56

O Ministério da Imigração da Diversidade e da Inclusão do Québec, no Canadá, está em busca de profissionais brasileiros de tecnologia da informação e comunicações (TIC) para trabalhar em empresas situadas na cidade e região. O requisito básico para concorrer a uma vaga é que o candidato seja francófono ou tenha domínio da língua francesa.

O foco da província são graduados em ciências da computação, engenharia da computação, construção de computadores, engenharia elétrica/eletrônica e técnico em informática. Entre as funções mais demandadas estão as de analista de banco de dados e administrador de dados, projetista e programador web, programador e desenvolvedor de mídias interativas, analista e consultor em informática e gestor de sistemas informáticos. Há ainda opções de trabalho em mais de 7,3 mil empresas, dentre as quais cerca de 100 multinacionais.

O recrutamento internacional é um recurso estratégico para as empresas manterem-se competitivas em áreas de alta tecnologia. O setor registra cerca de R$ 34 bilhões de receita por ano e gera mais de 130 mil empregos, dos quais 25% (32,5 mil) são ocupados por imigrantes.

Os profissionais interessados terão a oportunidade de assistir a palestras gratuitas em cinco capitais brasileiras — São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre e Rio de Janeiro. O ciclo de eventos acontecerá entre os dias 7 e 23 de março e será conduzido pelo assessor de prospecção e atração do Ministério da Imigração da Diversidade e da Inclusão do Québec, Paulo Henrique Ayusso. Interessados devem se cadastrar pelo http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/pt/biq/mexico/palestras/, onde encontrarão as informações sobre o local e o horário das palestras.

Os principais assuntos abordados nas palestras serão a importância do francês, os procedimentos de imigração, as perspectivas de emprego, as características culturais e os valores da sociedade quebequense, além de respostas sobre as dúvidas do processo seletivo.