Carreira

Boa notícia: 68% dos IT Leaders terão mais dinheiro para TI em 2018

Uma prévia da pesquisa IT Leaders 2017, que apura a lista do(a)s 100 melhores CIOs do Brasil, revela carteiras mais cheias para o próximo ano

25 de Outubro de 2017 - 10h35

O estudo IT Leaders, realizado pela Computerworld, celebra seu 17o aniversário mostrando otimismo do(a)s CIOs brasileiro(a)s com os orçamentos de 2018. Um prévia da pesquisa revela que 68% do(a)s mais de 150 participantes que responderam completamente o questionário deste ano terão um orçamento maior para trabalhar no ano que vem.

A notícia é animadora. Desde 2014, este é o primeiro ano que o percentual de CIOs com orçamentos maiores para o ano seguinte passa, e muito, dos 50%. Nos anos anteriores - incluindo 2017 - a maioria do(a)s líderes de TI teve que trabalhar com orçamentos congelados ou reduzidos. Regra que continua válida para o orçamento de telecom.

Embora esses ainda sejam dados preliminares (a pesquisa ainda se estende até o dia 5 de novembro), acreditamos que se manterão assim. Entramos agora na reta final para participação na 17ª edição do estudo IT Leaders 2017, que serve de referência há 17 anos como indicador dos 100 executivos mais inovadores de cada ano.

A lista de 100 IT Leaders e seus destaques será anunciada no próximo dia 5 de dezembro, em jantar de gala promovido pela COMPUTERWORLD Brasil.

Clique aqui para rever a lista de 2016

Carteiras mais gordas

A pesquisa mostra que 2017 é mais um ano no qual o(a)s CIOs tiveram que fazer mais, gastando o mesmo ou menos, já que a conectividade está no centro da transformação digital dos negócios. Em 2016 a pesquisa já havia apontado a tendência de renegociação de contratos com as operadoras de telecomunicações, que se consolida este ano, com 56,84% do(a)s CIOs dizendo que seus orçamentos de telecom permanecerão estáveis ou serão menores em 2018.

Os dados são importantes, porque mesmo com maior distribuição das verbas para compra de produtos e serviços de TI entre mais áreas do negócio, a realidade de 47% do(a)s CIOs é a de que a área de TI ainda reponde por todo o investimento da companhia em TIC. No caso de outros 32% , a área de TI e as áreas de negócio investem em conjunto.

Tecnologias que ajudem a aumentar a eficiência operacional e transformar processos de negócio já existentes são prioritárias. A implementação e atualização dos projetos de mobilidade continua no topo das prioridades de investimento, seguida de aquisição de soluções de Cloud Computing e de implantação de soluções de segurança.

Entre as tecnologias emergentes, a Inteligência artificial já está no radar de 72% do(a)s CIOs. Só 55% já começaram a pensar em IoT. Esses ainda se ressentem da falta de alinhamento entre as ofertas do mercado e as necessidades da empresa.

Lista de excelência

O objetivo da edição 2017 é revelar tendências e particularidades da gestão e os investimentos em Tecnologia da Informação, encaradas como fator estratégico para os mais diversos segmentos econômicos, com destaque para a Transformação Digital e o papel do(a) CIO.

A base para elaboração da pesquisa é o conjunto de respostas de cada IT Leader participante. Os dados são confidenciais e só serão utilizados para compor o cenário geral.

A pesquisa IT Leaders seleciona todo ano a lista do(a)s 100 melhores CIOs do país e premia o(a) destaque em cada uma das 16 categorias de verticais econômicas, além de premiar o primeiro lugar do ranking e do prêmio especial Women in Tech para a melhor executiva de TI do ano.

Mesmo aquele(a)s CIOs que tenham trocado de empresa no último ano devem participar. Embora nesse caso não possam receber o destaque de uma categoria (é preciso estar há pelo menos um ano no cargo), podem sim se classificar para integrar a lista 100 Maiores IT Leaders.

Para receber o link e a senha para responder à pesquisa, envie um email para gislaine@idg.com.br