Gestão > Gestão de Equipe

A automação de processos pode trazer ganhos à produtividade, diz pesquisa

Apesar de as empresas verem oportunidades para aumentar a produtividade com a implantação da automação de processos, a maioria ainda faz a gestão de processos via e-mail

24 de Novembro de 2016 - 11h50

No momento em que se discute muito a competitividade das empresas brasileiras no mercado global, diante da possibilidade de retomada da economia, a questão da produtividade volta a ganhar destaque e, por tabela, as discussões sobre os benefícios que a implantação de automação de processos.

Um levantamento conduzido pela Iteris Consultoria & Software identificou que os gestores e funcionários enxergam muitas oportunidades de ganho de produtividade com a implantação de automação de processos. Entre as empresas pesquisadas, 85% fazem a gestão de processos, principalmente via e-mail. Esta realidade gera dificuldades como não atendimento de solicitações (57%), solicitações não atendidas no prazo (57%), as etapas dos processos não são claras/conhecidas (54%) e problema na comunicação entre áreas (45%), entre outras.

Além disso, 87% dos entrevistados acreditam fortemente que a automatização de processos produziria ganhos de produtividade e os funcionários teriam mais tempo para focar em atividades de maior valor agregado ao negócio.

Um aspecto positivo é que a maioria das empresas (64%) dá autonomia às áreas para mudarem ou aprimorarem seus processos. Entretanto, 71% dos entrevistados entende que o grau de dificuldade para implantar um sistema simples ou um fluxo de trabalho seja o grande motivo da automação ser negligenciada. Para parte das empresas, a questão da automação de processo torna-se mais crítica em função dos acordos de nível de serviço (SLAs) e controles rígidos estabelecidos (67%), ou ainda, devido aos riscos de sofrer penalidades legais devido ao não atendimento destes requisitos (77%).

Para a pesquisa, a Iteris Consultoria ouviu mais de 180 empresas brasileiras de diversos segmentos da economia.