Tecnologia > Empregos

Apple cria fundo de US$ 1 bilhão para gerar empregos nos EUA

CEO da empresa, Tim Cook revelou, durante entrevista para a CNBC, iniciativa para aumentar manufatura avançada no país

04 de Maio de 2017 - 14h16

O CEO da Apple, Tim Cook, disse em entrevista nesta quarta-feira, 3, ao programa Mad Money, da CNBC, que a empresa está criando um fundo para promover produção avançada nos EUA, e investindo incialmente US$ 1 bilhão no projeto. A iniciativa vao ao encontro do desejo do presidente dos EUA, Donald Trump, que tem conclamado as grandes empresas, e a Apple em particular, a produzir mais no país. 

Durante a entrevista, o apresentador Jim Cramer questionou Cook sobre o que a Apple está fazendo para criar empregos nos EUA. O executivo disse que a empresa criou 2 milhões de postos de trabalho nos EUA, número que ele já havia citado esta semana durante uma conferência com analista para falar sobre o balanço financeiro trimestral da companhia. Mas desta vez, Cook especificou melhor os dados.

Cook afirmou que há 25 mil funcionários trabalhando em pesquisa e desenvolvimento (P&D), sendo 6 mil na unidade da Apple em Austin, no Texas, além de todos os funcionários das lojas da Apple no país. Isso não chega nem perto de 2 milhões de empregos, mas o CEO da Apple também contabiliza as fornecedoras localizadas nos EUA que produzem componentes para a empresa no país, como os vidros da Corning e os adesivos 3M usados em iPhones e iPads.

O CEO também destacou a grande comunidade de desenvolvedores da Apple, que teria quase 1,5 milhão de pessoas, segundo o executivo. “Essas são pessoas desde empresas muito pequenas, com apenas um funcionários, até companhias maores. E eles estão criando aplicativos que mudam o mundo. E estamos dando a plataforma para eles. E criamos uma loja incrível que permite a eles venderem seus produtos em 155 países do mundo.”

Novo fundo

Depois, Cook falou mais sobre o novo fundo da Apple. “Em outra categoria, manufatura, nos perguntamos, ‘como podemos ter mais pessoas em manufatura avançada nos EUA?’ E tenho orgulho em dizer a vocês que estamos criando um fundo para manufatura avançada. Inicialmente vamos colocar 1 bilhão de dólares no fundo.”

O fundo investirá em pequenas empresas americanas que fabricam produtos nos EUA. Cook disse que a Apple anunciará o primeiro investimento do fundo ainda neste mês. A Apple poderá focar em companhias que produzem componentes, mas também esperamos (um pouco egoístas) que os investimentos do fundo levem a mais acessórios avançados para os produtos da Apple.

Quando o apresentador apontou que US$ 1 bilhão em investimentos é apenas uma pequena fatia da reserva de US$ 256 bilhões da Apple, Cook destacou que, para ter esse US$ 1 bilhão em dinheiro nos EUA, a empresa terá de fazer um empréstimo por uma parte disso.