Negócios > Resultados Financeiros

Amazon cresce receita em 23%. AWS ajuda a garantir lucro do trimestre

Empresa anunciou o resultado do primeiro trimestre de 2017. Lucro líquido foi de US$ 724 milhões. AWS teve 43% de crescimento na receita

27 de Abril de 2017 - 19h37

A gigante global do varejo online, Amazon.com, fechou o primeiro trimestre de 2017 com receita líquida de US$ 35,7 bilhões, o que representou um crescimento de 23% sobre o mesmo período de 2016. O lucro da companhia ficou em US$ 724 milhões, bem acima dos US$ 513 milhões do ano passado e superior às expectativas do mercado.

O anúncio dos resultados financeiros do trimestre, feito nesta quinta-feira (27/04), mostrou que o crescimento da divisão de negócios de cloud computing Amazon Web Services (AWS) continua a contribuir positivamente para os resultados totais da empresas de Jeff Bezos.

O lucro líquido da AWS foi de US$ 890 milhões, maior que o lucro total líquido de toda a companhia. Criada em 2006, a AWS se mantém no topo do ranking das empresas provedoras de cloud pública, disputando mercado com Microsoft Azure e Google Cloud Platform. 

A receita da Amazon Web Services (AWS) no primeiro trimestre de 2017 foi de US$ 3,66 bilhões, 43% maior que no primeiro trimestre de 2016. No ano passado, o crescimento da receita da AWS do primeiro trimestre de 2016 sobre o ano anterior foi de 64%. Potencial indício de que a concorrência começa a pesar.

No trimestre a AWS lançou o serviço de videoconferência Amazon Chime; comprou a empresa de renderização de mídia Thinkbox Software, e incluiu na lista de seus grandes clientes a Snap, a empresa por trás do Snapchat, que divulgou um contrato com a AWS para gastar US$ 1 bilhão em infraestrutura de nuvem (lembrando que a mesma Snap vai gastar o dobro, US$ 2 bi, no mesmo período, com a nuvem pública da concorrente Google.

Depois do anúncio dos números, as ações da Amazon.com tiveram salto de 4% na negociações de pós fechamento do pregão.

A presença no mercado indiano também foi comemorada por Jeff Bezos, CEO da Amazon. "A oferta de itens Prime cresceu 75% desde que lançamos o programa há 9 meses. Anunciamos 18 séries indianas originais de TV e na semana passada lançamos o Fire TV Stick otimizado para os clientes indianos com busca por voz integrada em inglês e hindi", disse Bezos. Segundo ele, o site Amazon.in é o marketplace mais visitado e de mais rápido crescimento da Índia.