Especial - IT LEADERS > IT Leaders 2016

Carlos Lanfredi, da Eaton, é o IT Leader 2016 da vertical Manufatura

Projetos de sinergia global para soluções financeiras da multinacional e melhorias da interface com clientes e consumidores foram vencedores

17 de Novembro de 2016 - 23h40

O momento econômico vivenciado no Brasil ao longo dos últimos meses forçou a indústria a percorrer caminhos de otimização. De um lado, o cenário adverso apertou recursos. De outro, exigiu maior criatividade para entrega de projetos alinhados com objetivos estratégicos.

Os últimos meses foram dedicados à entrega de ferramentas que dão sinergia à característica global da organização. “É preciso estar mais conectado e colaborando com os times globais”, ilustra Carlos Eduardo de Castro Lanfredi, gestor/gerente de TI da companhia, citando como projeto de destaque um roll out de sistemas de colaboração.

O executivo cita entre os grandes esforços em curso pela TI algumas iniciativas ligadas a questões de compliance e de sinergia das soluções financeiras. “Todo sistema financeiro global ficará centralizado em uma infraestrutura e suportando os centros de serviço”, afirma.

No lado da geração de receitas, há iniciativas de tecnologia para melhorar a interface da empresa com o mundo externo, clientes, consumidores, como forma de alavancar resultados. Segundo o executivo, a Eaton também tem testado elementos de Cloud e IoT.

INDICADOS

Alexandre Baulé
Embraer
CIO

Projeto de maior destaque: No último ano, o departamento de TI da Embraer venceu a categoria Manufatura do IT Leaders com um projeto que contemplou a adoção de sistemas mais adequados às necessidades de operação da empresa. A iniciativa segue em evolução, com novos módulos sendo agregados à plataforma.

Visão de inovação corporativa: O foco a partir de agora está na continuidade da implantação do plano diretor de informática, terminando o que já foi começado. Além disso, há reforço das iniciativas de cibersegurança. 

 

Fabio Faria
CSN
Diretor Corporativo de TI

Projeto de maior destaque: O departamento de TI da CSN trabalha na camada sistêmica para criar uma plataforma tecnológica sólida. Nesse processo, estão sendo fortalecidos os alinhamentos entre as divisões da organização na construção de padrões e das práticas de governança, além da qualificação da infraestrutura.

Visão de inovação corporativa: Usar o novo ambiente como ponto de integração de processos mais aderentes às necessidades e ao mercado, viabilizando a qualificação, simplificação e inovação das rotinas corporativas.