Tecnologias Emergentes > I.A.

Accesstage reduz custos operacionais em 20% com inteligência artificial

O processamento dos mais de R$ 500 milhões em transações na plataforma da companhia foram otimizados por um algoritmo que acelerou, inclusive, em 50% a troca de informações

04 de Janeiro de 2017 - 13h08

A Accesstage, empresa especializada em soluções para intercâmbio de dados financeiros, conseguiu reduzir em 20% os seus custos operacionais com a implantação de um acelerador inteligente de transações. Desenvolvido com tecnologia própria e com objetivo de trazer um diferencial na otimização de processos, o algoritmo, segundo a empresa, consegue tomar decisões de prioridade de processamento para entrega de arquivos e transações. Com mais velocidade, os clientes ganham tempo e eficiência.

“Hoje, processamos mais de R$ 500 milhões em transações por mês. Otimizar esse processo e tornar o dia a dia de nossos clientes mais simples sempre foi prioridade para nós”, afirma Pedro Arruda, diretor de tecnologia da Accesstage. “Com o uso de inteligência artificial já conseguimos, em dois anos, reduzir em 20% os custos de operação e manutenção.”

A velocidade de processamento também foi otimizada. “Aceleramos em 50% a troca de informações. A grande sacada, no final das contas, é conseguir unir o mundo físico e o virtual — ou, no nosso caso, as necessidades reais e a eficiência no processamento de dados — para conquistar vantagem competitiva no mercado, oferecendo uma melhor experiência”, completa Arruda.

O desenvolvimento do algoritmo foi baseado no histórico de transações da Accesstage, provenientes das mais de 100 mil organizações conectadas à companhia. O objetivo é que, futuramente, a empresa consiga entender o comportamento de otimização das transações para incorporar, também, algoritmos de machine learning aos processos, no qual a máquina entende e realiza as tarefas de maneira autônoma.

“Dessa forma, seremos capazes de obter respostas bastante específicas de comportamento e modelo de negócios. Esse será, certamente, um diferencial não só para o desenvolvimento de soluções, como para dar mais um passo no caminho de digitalização dos procedimentos dentro da Accesstage como um todo”, explica Arruda.

IA prática

O Magazine Luiza, rede varejista com 791 lojas em 16 estados brasileiros, é um bom exemplo do uso do acelerador inteligente na otimização de suas operações. A companhia utiliza duas soluções da Accesstage com essa tecnologia — o Portal Financeiro, que agiliza a comunicação com fornecedores, e o Autorizador de Pagamentos, que permite maior controle das operações financeiras ao supervisionar e autorizar os pagamentos aos fornecedores de acordo com definições já estabelecidas.

A partir dessas ferramentas, a companhia reduziu o tempo com tarefas operacionais, passou a dedicar-se mais às ações estratégicas, padronizou processos e aumentou ainda mais a transparência do processo de Compras da organização. “Nossa tecnologia foi desenvolvida para tornar o dia a dia das companhias mais eficientes a partir de uma aplicação real de uma importante tendência de mercado”, acrescenta Arruda. “Continuaremos aperfeiçoando nossas soluções inteligentes e esperamos poder apoiar muito mais empresas em sua transformação digital”, conclui.