Aplicações > Analytics, BI

AACD torna mais ágil captação de recursos e ações de arrecadação com BI

Instituição obteve apoio da Qlik e da Toccato, maior distribuidora Qlik do Brasil, que cederem licenças e serviços, e arcaram com os custos de instalação da ferramenta

05 de Setembro de 2017 - 15h57

A Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) há pouco mais de um ano conta com o apoio da tecnologia de business intelligence (BI) para otimizar suas atividades, bem como garantir independência ao setor de mantenedores. E essa ajuda veio em forma de doação quando, em 2015, a AACD foi procurada pela Qlik e a Toccato, maior distribuidora Qlik do Brasil, que decidiram ceder licenças e serviços, bem como arcar com os custos de instalação da ferramenta.

“O projeto foi iniciado em 2016 e trouxe importantes mudanças no fluxo de trabalho para a área de captação de recursos, aumentando a praticidade e agilidade nos processos. Além de melhorar a análise das ações de arrecadação”, conta Adriana Magalhães, gerente de captação da AACD.

De forma indireta, o uso das soluções Qlik tem ajudado a instituição no aumento da arrecadação de recursos, pois possibilita distinguir onde estão os doadores, quais são as áreas potenciais para captação e os meios de pagamento mais eficientes. Até então o uso de uma ferramenta como o Qlik era considerado pela AACD um sonho distante. Apesar de ter a intenção de contar com uma facilidade do tipo, a prioridade da instituição é nos atendimentos e por isso o investimento era totalmente inviável.

“A parceria social entre a Toccato e a AACD só reforça o pensamento da companhia sobre importância de todos nós fazermos a nossa parte em prol de uma sociedade melhor. Hoje, toda e qualquer empresa é dependente de processos e informações. Extrair dados e utilizá-los de modo a potencializar resultados sempre gera ganhos, e apoiar uma instituição como a AACD, que está usufruindo destes dados para melhorar a vida de outras pessoas, é imensamente satisfatório”, afirma Leonardo Farah, CEO da Toccato.

Além da área que cuida dos doadores regulares, que já utiliza o sistema desde 2016, a AACD pretende utilizar o BI da Qlik para melhorar o painel de arrecadação do Teleton, maratona do SBT em prol da instituição, uma vez que a ferramenta permite a chegada rápida de informações no programa ao vivo. As partes hospitalar e de reabilitação também estão entre os projetos futuros, a tecnologia vai ajudar na visualização de qual unidade dispõe de mais vagas, se há melhora no tempo de retorno do tratamento, quais unidades apresentam as melhores performances. Tudo isso com o objetivo central de aumentar a capacidade de atendimentos e diminuir o tempo de espera.

“Estamos satisfeitos com o atendimento oferecido tanto pela Toccato quanto pela Qlik. É impressionante o que o Qlik Sense permite com relação a rapidez de adquirir as informações e isso ajuda qualquer gestor na tomada de decisões importantes. Nós acreditamos que a continuidade do projeto vai potencializar as arrecadações da Instituição, o que reflete em mais atendimentos aos nossos pacientes”, finaliza Adriana.

Com 67 anos de existência, a AACD conta hoje com 12 centros de reabilitação e seis oficinas ortopédicas. A instituição está presente em seis estados e realiza mais de 950 mil atendimentos por ano. Para garantir a reabilitação de pessoas com deficiência física e mobilidade reduzida, a instituição oferece centros de Esportes e Educação e tratamentos multidisciplinares, como terapia ocupacional, psicologia, fisioterapia aquática, arte, psicoterapia, pedagogia, entre outros.

Ao longo de toda a sua existência, a AACD sobrevive de três fontes primárias de renda: SUS (Sistema Único de Saúde), atendimento à convênios e pacientes particulares e doações. O orçamento anual da instituição é de cerca de R$ 260 milhões, sendo R$ 67 milhões vindos de doações, envolvendo pessoa física e jurídica.