Negócios > APPs

99Taxis recebe aporte de US$ 100 milhões liderado por 'Uber chinesa'

Com o investimento, a Didi Chuxing ganha assento no conselho de administração da empresa brasileira, oferecendo suporte e estratégia de negócios

05 de Janeiro de 2017 - 15h03

A Didi Chuxing, conhecida como o "Uber chinês", anunciou nessa quarta-feira (4) que lidera um aporte de mais de US$ 100 milhões na startup 99, responsável pelo aplicativo 99Taxis.

Com o investimento, a chinesa ganha um assento no conselho de administração da empresa brasileira, oferecendo suporte nas áreas de tecnologia, planejamento e estratégia de negócios e desenvolvimento de produtos a 99. 

A Didi Chuxing é a maior empresa de apps de transporte individual na China, presente em mais de 400 cidades. Para se ter uma ideia de sua presença em seu país de origem, a Didi Chuxing comprou a operação do Uber na China no ano passado. 

O negócio encerrou uma batalha que custou bilhões de dólares às duas companhias, que disputavam clientes e motoristas. De certa forma, ao investir na brasileira 99, a Didi também aumenta sua competição com o Uber no Brasil.

As duas empresas não revelaram qual será a participação da Didi na 99Taxis e quais são os outros nomes envolvidos no aporte. Criada em 2012, a startup brasileira diz que possui mais de 140 mil motoristas registrados em seu serviço, com mais de 10 milhões de usuários no Brasil e América Latina. 

Com o aporte, a 99 deve direcionar maiores recursos para crescer no segmento 99pop, modalidade que compete diretamente com o Uber.