Gestão

5 dicas para criar senhas seguras no mundo virtual

Erros clássicos, como datas de aniversário e números sequenciais, devem ser evitados

24 de Maio de 2018 - 11h45

As inúmeras contas no mundo virtual exigem criatividade para a elaboração de tantas senhas. Utilizar senhas fortes é fundamental para proteger sua informação no ambiente da web, seja na vida pessoal ou no mundo corporativo. Mas, para serem eficazes, é preciso conseguir guardá-las em um lugar seguro ou memorizá-las. Além disso, é preciso tomar alguns cuidados na elaboração das senhas e trocá-las com frequência. 

Diante dessa sopa de letras, números e caracteres especiais, a coordenadora de comunicação da HostGator, provedor de hospedagem de sites e outros serviços relacionados à presença on-line, Vanessa Fetter, dá algumas dicas que podem ajudar na sua segurança.

1. Evite as senhas comuns

Data de nascimento do filho, nome do parceiro e números sequenciais estão entre as senhas mais comuns e, portanto, mais vulneráveis. Evite também senhas como número de telefone, partes de endereço ou mesmo nomes de animais de estimação ou de amigos mais próximos, que podem ser rastreáveis.

2. Tenha atenção para a estrutura das senhas

Número mínimo de caracteres e a inserção de letras maiúsculas, minúsculas e símbolos são requeridos em muitos sites. Mas, para garantir uma senha segura, é importante ir além e ter em mente algumas características principais: ter no mínimo oito caracteres; ter no mínimo duas letras maiúsculas; pelo menos uma letra minúscula e pelo menos um número e dois símbolos. 

3. Como criar senhas usando o Leet Gerador de Senhas

Um grande aliado na criação de senhas seguras é o método Leet, que é uma forma de escrita que utiliza combinações de caracteres ASCII para substituir letras do alfabeto latino, em uma espécie de criptografia. Para ter um exemplo básico de leet escolha uma palavra simples, com no mínimo oito letras. Depois troque duas delas por símbolos que pareçam semelhantes com as letras. Em seguida, mude ao menos uma letra para um número parecido. Ao final, é só trocar duas letras minúsculas pelas maiúsculas. Uma senha como “hostgator” fica, então, Ho$tG@t0r.

Outro bom aliado para criar senhas é o Gerador de senhas da HostGator. O recurso permite que você escolha opções só com letras e números ou amplie a proteção adicionando caracteres especiais. Com isso, a segurança de senhas nunca será o problema.

4. Fuja das senhas repetidas

Além disso, é importante nunca repetir as senhas. E, se for deixar algum lembrete, guarde o mais longe possível do computador e procure não guardar em arquivos digitais, como o bloco de notas. Ter um pouco de paciência e manter esses cuidados pode evitar muito incômodo na sua vida online — e fora dela. 

5. E se você for cliente de comércio eletrônico?

Se você for comprar alguma coisa nas redes, antes de sair digitando a senha ou fazer o cadastro, é preciso também verificar se o site em que se está navegando é seguro. Um bom indício é observar o Certificado SSL, que adiciona proteção aos sites, blogs e lojas virtuais. Páginas que têm essa solução instalada passam para o formato HTTPS e ganham um cadeado verde, que aparece fechado e com a inscrição “seguro”, indicando uma navegação em uma conexão criptografada. Para saber se um site tem segurança, fique atento à tríplice HTTPS, inscrição de “seguro” e cadeado.