Opinião

4 conhecimentos essenciais para profissionais de TI

Mercado de trabalho acompanha essas mudanças e já demanda um perfil mais abrangente desses profissionais

08 de Junho de 2018 - 09h42

Quando falamos de tecnologia falamos de negócios. Afinal, com a ascensão de soluções como big data, inteligência artificial, internet das coisas (IoT), blockchain, entre outras, atualmente é difícil imaginarmos um empreendimento ou uma companhia que opera, em grande escala, sem fazer uso de ferramentas e recursos digitais. Segundo estimativa do Gartner, apenas esse ano, os gastos com TI em nível global vão chegar a US$ 3,7 trilhões, o que representa um aumento de 6,2% em comparação a 2017.

Além de contar com equipamentos e sistemas de ponta, empresas que desejam manter-se competitivas também precisam investir em uma equipe antenada às últimas novidades e com conhecimentos específicos, para otimizar o uso desses recursos. O mercado de trabalho acompanha essas mudanças e já demanda um perfil mais abrangente desses profissionais. Separei quatro conhecimentos que fazem a diferença no currículo dos indivíduos que atuam em TI e para as organizações que estão formando seus times. Confira:

1. Big data e análise de dados

Segundo a Frost&Sullivan, só no mercado latino-americano, o big data e analytics devem chegar a US$ 8,5 bilhões em 2023, e as possibilidades que esse tipo solução traz são cada vez mais relevantes para o mundo corporativo. Ao analisar dados de diferentes origens, é possível delinear perfis de comportamento, desenvolver novos projetos a partir da avaliação de históricos, e condensar relatórios com indicadores estratégicos essenciais para a tomada de decisão.

2. Familiaridade com aplicativos

Uma das razões para lidarmos com um volume imenso de dados é o crescente uso de apps. Esse recurso é essencial para complementar a estratégia omnichannel que vêm ganhando destaque em companhias de diferentes setores. A ideia é ampliar as opções e canais de relacionamento com o cliente, e os aplicativos são de grande relevância nesse contexto, levando em conta que 138 milhões de brasileiros possuem um smartphone, segundo o IBGE. Um profissional que conheça as particularidades desse tipo de plataforma pode auxiliar na integração de soluções e na otimização da comunicação da companhia.

3. Domínio de idiomas

Muitos dos termos usados no dia a dia de tecnologia estão em outro idioma, desde inglês, a espanhol, francês, alemão e até mesmo mandarim. Isso sem contar que por vezes o suporte técnico de determinados sistemas e soluções ficam em outros países, o que demanda conhecimento da linguagem para agilizar a facilitar a comunicação entre equipes.

4. Visão de negócios

A tecnologia é usada amplamente no ambiente corporativo e com finalidades diversas. Essa abrangência faz com que o profissional de TI dialogue com times que nem sempre têm expertise técnica e isso demanda uma visão de negócios para compreender quais são as necessidades e como a aplicação dos recursos digitais pode ser eficiente para atingir os resultados em cada cenário

*Fábio Freire é CEO na FindUP