Segurança > Estratégia, Segurança de Dados, Tendências

2016 será marcado por extorsões online e hacktivismo, prevê Trend Micro

Provedora lista sete tendências que impactarão o contexto de segurança no próximo ano. Veja como se proteger

27 de Outubro de 2015 - 13h57

Prepare-se: o próximo ano será marcado por extorsões online e hacktivismo. Pelo menos é o que aponta o relatório “Uma Linha Tênue: Previsões de Segurança para 2016” da Trend Micro.

No documento  a fornecedora de ferramentas de proteção destaca crescimento contínuo da extorsão online, do hacktivismo e dos malware em dispositivo móveis, assim como uma postura mais ofensiva com relação à segurança cibernética de entidades e corporações governamentais.

"O ano de 2016 será muito significativo para ambos os lados no cenário dos crimes cibernéticos", afirma Raimund Genes, CTO da companhia. “Os atacantes reagirão com o desenvolvimento de sistemas sofisticados e personalizados voltados tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas”, adiciona.

A Trend Micro listou sete previsões sobre o cenário de segurança para o próximo ano. Confira:

1. Os cibercriminosos criarão novas formas de personalizar os ataques, fazendo com que o ano de 2016 seja marcado pelas extorsões online – que aumentarão por meio do uso da análise psicológica e da engenharia social das vítimas potenciais;

2. Os malwares em dispositivos móveis chegarão a 20 milhões, afetando principalmente a China e também direcionando ataques contra as novas opções de pagamento móvel mundialmente;

3.Conforme mais consumidores passem a usar dispositivos inteligentes nas suas atividades do dia-a-dia, haverá pelo menos uma falha letal de dispositivos em 2016;

4. Os hacktivistas tornarão seus ataques ainda piores, visando destruir sistematicamente alvos com forte perfil de violações de dados;

5. Apesar do entendimento de que é preciso proteger a integridade dos dados corporativos, menos de 50% das organizações terão a presença de um colaborador especialista em segurança cibernética em suas equipes até o final de 2016;

6. O aumento do bloqueio de anúncios de produtos e serviços forçará os cibercriminosos a encontrar novos meios de atingir suas vítimas, resultando em menos malvertisements. Softwares para bloquear anúncios online tiveram um aumento de 41% no uso global este ano. Como resultado, os anunciantes buscarão novas abordagens para vender seus produtos online e assim, os criminosos cibernéticos irão se esforçar em encontrar novas maneiras de obter informações do usuário;

7. A legislação será expandida para um modelo de defesa de segurança cibernética global, permitindo prisões, acusações e condenações mais bem-sucedidas.