Big Data > Estratégia, Governança, Segurança de Aplicação, Segurança de Dados

100 melhores práticas de segurança para estratégias de Big Data

Relatório da Cloud Security Alliance sugere abordagens para dez grandes desafios envolvendo grandes volumes de dados

26 de Agosto de 2016 - 16h04

Big Data é reconhecido pela conjunção de três fatores: volume, variedade e velocidade. As empresas buscam maneiras de vencer o desafio da proteção em um ambiente recheado de informações, mas essas características tornam a segurança uma meta distante. 

A Cloud Security Alliance, organização que reúne empresas de TI, liberou nessa sexta-feira (26/08) um relatório com 100 melhores práticas para ajudar as empresas a atingirem esse objetivo.

Como o próprio nome da associação sugere, a CSA procura promover o uso das melhores práticas de segurança da informação em um mundo em nuvem. Dentre os membros da iniciativa, encontram-se nomes como VMware, Microsoft, AWS e Red Hat.

Em um relatório anterior, o grupo dividiu os riscos de segurança em Big Data em um conjunto dos dez maiores desafios. Agora, são apresentadas as dez melhores práticas desenhadas para que as companhias estabeleçam a segurança de olho em cada um desses desafios.

Para companhias trabalhando com frameworks de programação distribuída – como Apache Hadoop, por exemplo – a CSA recomenda usar autenticação Kerberos ou algo equivalente para estabelecer a confiança.

Assim, para assegurar que a privacidade de dados não seja comprometida, todas informações de identificação pessoal, como nome, endereço, números de registros sociais e de documentos devem ser mascarados ou removidos.

O documento também apresenta sugestões para segurança em tempo real e monitoramento de compliance, análise de preservação de privacidade, governança dos dados, técnicas criptográficas, entre outras. O download do documento, em inglês, é gratuito mediante cadastro.